domingo, 19 de junho de 2011

No iso da noite

você tem espinhos de tucum na barba
eu na ponta dos dedos

fecho os olhos e vejo
mil pontas
eriçadas no iso da noite
nas asas de algum mito

neguinho já chega aloprando
daí ele deixa os dedos inchados
e a mente futucada
remosa
ninguém escapa da sua ponta

quem fala leva
espinho na língua

poucos fazem como tu
tucum

Um comentário:

floema disse...

...