segunda-feira, 25 de abril de 2011

Figueira

vocês, homens e mulheres
que sabem mil músicas decoradas
há anos armazenadas
das memórias de fins de semana

cervejas, cigarros
algumas estradas
cantadas e requentadas

vocês cantam bem se bronzeando

enquanto o mar passa gélido
vindo da corrente sul
Antártida e seu azul
coexistem com o som dos trópicos
ano após ano

vocês falam com experiência
para nós, meninos urbanos
vocês viveram outro tempo
que nós apenas estudamos

Um comentário:

floema disse...

são tantos tempos nesse instante, ligando o passado ao futuro nessa construção chamada "presente". somos ancestrais, somos descendentes e somos a areia à beira-mar, no som das ondas para além da história e da humanidade, voltando sempre ao início do início do início