quarta-feira, 19 de setembro de 2012

para além das suas promessas
o que existe?
um prato triste de comida
que nem foste tu que preparaste
arrasta-te
e quem a abre a porta
para tua entrada
é tão ingênuo quanto tu
teus olhos ainda não abriram
colados por secreções preguiçosas

Um comentário:

floema disse...

ouço o som do chinelos arrastando num devagar que em si é mais trabalhoso que entrar no tempo das coisas