segunda-feira, 4 de junho de 2012

segure do jeito que for
a mão amiga

encoste apenas
a mão aberta
logo obriga

uma resposta rápida
uma fuga tardia

quem vai estar
do lado de lá
quando a mão formiga

uma nuvem de muriçocas
na cabeça do inocente
e dentro dela apenas
uma única alternativa

só há um modo de escapar de si mesmo



2 comentários:

floema disse...

mas de preferência segurar com jeito, pra não dar um jeito, senão pode não ter jeito a não ser evitar de segurar por um tempo, até a curar vir. que venha a cura para tod@s nós!

Jane Maciel disse...

isso