domingo, 23 de outubro de 2011

não tem problema se esqueceres de mim
em duas gerações
a montanha já se esqueceu de tudo
o quanto viu
desde seu broto ascendente da terra

pele queimada
sertão
muita luz
olhos abertos

Um comentário:

floema disse...

poesia linda que brota no pé da montanha