quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

as crianças estão de férias
escuto suas vozes como se fossem fantasmas
dentro deste apartamento tudo desaba
em centímetros
quais preocupações metafísicas caem
poeiras reais e com elas alergias

adultos também estão de férias
seus gritos inescrupulosos atravessam
os muros e camadas atmosféricas

todos com alguma espectativa
e um único medo

o fracasso

(ainda bem
tudo voltará ao normal
segunda-feira)

Um comentário:

floema disse...

as vozes se misturam ao cotidiano, o dia colado ao outro dia, aspas, hífens e tudo o mais

e vai voltando ao normal, os sons se misturam uns aos outros - pássaros e buzinas etc e tal