quarta-feira, 10 de novembro de 2010

o fogo come tudo velocidade
que clareia os nossos passos
para fora
pegadas meticulosas

mas a casa chama
e é preciso voltar
recuperar o hálito
dos que passaram por lá:

os retratos na parede
e um porta jóias em cima da cama

por pouco não queimaram

Um comentário:

floema disse...

e o sol do verão tá chegando pra tostar nossos cérebros