sábado, 26 de junho de 2010

a cesta de frutas
apodreceu
nenhuma plenitude
de natureza morta
apenas o movimento
microscópico
e seu odor

não comerei mais
nada
em decomposição

Um comentário:

floema disse...

decomposição me lembra transformação, nascimento e morte que são os domínios de Nanã